quinta-feira, 14 de setembro de 2006

Filé de peixe ao molho de tomate

Ah, o mar... Quantas delícias ele propicia, muito além do banho de sete ondas na virada do ano-novo! A fauna marinha é inimaginável em diversidade. E tio Xavier, como um ser predador nato, que se alimenta pura e simplesmente de outras criaturas não haveria de dispensar os moradores dos oceanos. Só dos oceanos, porque peixe de água doce costuma ter gosto de terra. Mas, vamos ao que interessa e o prato de hoje é muito simples, totalmente adequado à praticidade do cheff Xavier.

Ingredientes:

1Kg de filés de tilápia congelados, comprados na conveniência mais próxima. Aliás, conveniência é um lugar maravilhoso para comprar comida. O nome já diz tudo.
2 tomates médios
1 caixinha (520g) de polpa de tomate
1 cebola média
4 dentes de alho grandes
Azeite
Sal
Pimenta do reino
Molho de alho
Molho Shoyu
Acho que é só.

Modo de preparo:

Coloque os filés em uma panela com certa profundidade, ajeitando-os para cobrir bem o fundo e serem espalhados de forma homogênea.
Em seguida molhe os filés com molho shoyu. Deixe-os descansar alguns minutos no molho no shoyu, inclusive para descongelarem um pouco
Amasse os dentes de alho, corte a cebola em rodelas e coloque-os sobre o peixe
Corte os tomates em fatias finas (lave antes de preferência, certo?) e ajeite-as sobre o peixe distribuindo de forma equilibrada
A seguir, despeje a polpa toda sobre ele
Adicione um pouco de sal (cuidado porque o shoyu já é salgado)
Polvilhe levemente a pimenta do reino
Regue com azeite
Coloque uma colher de sopa de molho de alho
Tampe e coloque no fogo baixo
PQP! Tem que ser comigo! Aos 15 minutos do primeiro tempo, o gás acabou e não tenho reserva!

Plano B: (Tive que logo partir para este, porque só tenho quinze "réau" no bolso).

Mas nada está acabado, para quem tem microondas!
Tire tudo delicadamente da panela, tomando cuidado para não despedaçar o peixe, que já deve estar amolecendo por causa do descongelamento.
Troque a panela por um refratário e tente recompor tudo como acima nele. Vai ser um saco, porque já está tudo molhado, os tomates amoleceram, enfim, não sairá perfeito mesmo.
Coloque o refratário no microondas e ligue por... sei lá, eu coloquei inicialmente 20 minutos na potência alta, vamos ver no que é que dá... (vou na cozinha e já volto)

***

Olha, o cheiro até que está bom. Espero que o peixe não tenha virado borracha, como a maioria das coisas que colocamos no microondas. Na dúvida estou colocando no modo "grill combinado" por 17 minutos. Por que 17? Sei lá!. O seu microondas não tem grill? Claro, você deve ser um mão-de-vaca e não comprou com grill, prá economizar cinqüenta reais. Também eu não sei qual será o resultado com o grill, apenas espero simular da melhor forma o forno convencional. Tá lá rodando... (já volto)

***

O tomate e os pedaços de cebola que ficaram pra fora do molho estão queimadinhos. Vê a diferença de ter grill no microondas? Se você não tem o seu não vai ficar tostadinho, há há há há há. (vou lá ver se terminou)

***

Acabei de comer um pedaço. Não tá ruim não, pelo contrário. Falou um pouquinho mais de sal, mas nada que uma espirradinha de shoyu no prato não acrescente. Só estou estranhando um sabor lá no fundo, que me parece aquele gostinho de terra que falei acima. Será que comprei peixe errado? Vou pesquisar "tilápia" na internet...

***

PQP! Segundo consta aqui esse diabo habita os rios brasileiros, depois de ter sido trazido sei lá de onde. Enfim é de água doce mesmo. Bem, como não tem outra coisa vai esse mesmo.

Atenção, se não quiser executar esse receita, dane-se. Come pizza de novo. Acho que era o que eu devia ter feito...

O peixinho feio hein?

2 comentários:

Madah disse...

kkkkkkkkkk, tudo bem, vou tentar. Olha, mas o meu não tem gril, mas tb, vc não entenda de peixe! Bjs e até outra experiência.

Tio Xavier™ 4.4 Plus disse...

Madah-Lena:

Tente com uma pescada branca ou algum outro do mar. Os peixes de água doce não costumam ficar saborosos a não ser sob mãos especialistas.